Igarapés Ilha do Coco, Guanabara e Chácara das Estrelas

O Igarapé Ilha do Coco é a principal artéria fluvial urbana do Rio Parauapebas e que, no passado, foi muito utilizada para lazer da população local, servindo de ambiente de recreação e também como fonte de abastecimento para as famílias assentadas às suas margens.
 

As obras do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap), com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), serão distribuídas em duas sub-bacias do Rio Parauapebas, em questão as do Igarapé Ilha do Coco (Subbacia 1) e do Igarapé Chácara das Estrelas (Subbacia 2).

Ambas possuem parte de sua área de influência localizada na região central da zona urbana do município e deságuam neste rio. É também objeto de intervenção o Igarapé Guanabara, o qual deságua no Igarapé Ilha do Coco e, portanto, pode ser considerado uma microbacia do Ilha do Coco.

As atividades e obras a serem realizadas na área de abrangência do Prosap foram concebidas de forma integrada envolvendo os seguintes segmentos principais:

• Sistema de Drenagem Pluvial, com implantação e adequação dos sistemas de macro e microdrenagem.

• Sistema de Abastecimento de Água, consistindo na implantação de melhorias no sistema existente com redução de perdas de água.

• Sistema de Esgotamento Sanitário, consistindo na implantação de novas redes e melhoria nos serviços de esgotamento sanitário.

• Sistema Viário, consistindo na implantação de vias às margens dos canais que serão construídos.

• Moradia digna para as famílias que estavam em áreas de risco e áreas diretamente afetadas pelas obras do programa, com 550 famílias reassentadas em unidades habitacionais em área dotada de infraestrutura.

• Urbanização e Paisagismo em que serão também implantados Parques Lineares, dispostos ao longo dos Igarapés, e um Parque Urbano no entorno da Lagoa de Detenção, além de equipamentos urbanísticos e mobiliário urbano.

O Programa de Investimento foi orçado em US$ 87,50 milhões de dólares, sendo US$ 70,00 milhões de empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), equivalente a 80% do valor do Projeto, e US$ 17,50 milhões de Contrapartida das Receitas do Município de Parauapebas (correspondente a 20% do valor do Projeto).

Todos os Direitos Reservados PROSAP 2021