Missão de Supervisão BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento visita obras do Prosap

Previous
Next

Equipe do banco inspecionou obras como o Complexo Turístico de Parauapebas (em frente à sede da prefeitura) e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Bairro Rio Verde

Como já ocorre rotineiramente, uma equipe multidisciplinar do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) esteve em Parauapebas visitando e supervisionando as obras já concluídas, em execução e, ainda, as áreas das futuras obras que se encontram em fase de projeto do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap). Entre as várias obras que o grupo visitou estão as do Complexo Turístico de Parauapebas (em frente à sede da prefeitura) incluindo a Estação de Tratamento Esgoto (ETE) Compacta que atenderá demandas da prefeitura e do próprio Complexo, a obra de conclusão da galeria do Igarapé Guanabara que acabou com o alagamento histórico próximo ao mercado municipal, e também o Centro Comunitário do Residencial Vale do Sol.

“É uma missão de supervisão rotineira que o banco faz, algumas vezes por ano, aos projetos. O objetivo das missões de supervisão é visitar os locais das obras que estão em execução e que estão sendo concluídas e, também, os locais das novas obras que ainda vão iniciar. Nosso objetivo também é revisar os processos, como os processos de reassentamentos, de indenização e os projetos que estão sendo elaborados. A ideia é sempre ajudar a prefeitura na execução do programa”, disse o especialista em saneamento e chefe da Missão BID, Tiago Pena, complementando que “o programa está indo bem, tem avanços importantes que já estão trazendo benefícios e estão impactando positivamente as pessoas do município de Parauapebas, mas ainda têm muitos desafios, tem muita coisa a ser feita”.

As Missões do BID, agente financiador do Prosap em áreas de influência dos Igarapés Ilha do Coco, Guanabara e Chácara das Estrelas, acontecem para que ocorram inspeções e fiscalizações sobre o andamento das obras, auditorias financeiras, atualizações de dados e ações, visitas em campo às obras e também a atualização, o acompanhamento e o monitoramento do Sistema de Gestão Social e Ambiental do programa.

“O objetivo dessa missão de supervisão do banco [BID] é verificar o andamento das obras, o avanço financeiro do programa e, principalmente, discutir o avanço dos projetos que estão em execução. Então, a vinda do banco demonstra a seriedade do município na execução dessas obras e garante a continuidade do programa como um todo”, disse coordenador Executivo da Unidade Executora do Prosap, Daniel Benguigui.

Projetos dos Igarapés Ilha do Coco, Guanabara e Chácara das Estrelas

Iniciado em 2017, e orçado em US$ 87,50 milhões de dólares, o Prosap vai começar as novas etapas de obras nas áreas de interferência no entorno dos Igarapés Ilha do Coco, Chácara das Estrelas e Guanabara. Desse valor total, US$ 70,00 milhões são de empréstimo junto ao BID, equivalente a 80% do valor do projeto, e US$ 17,50 milhões são de contrapartida das receitas do município de Parauapebas (correspondente a 20% do valor do projeto).

Objetivo do programa, nessas áreas, é expandir os sistemas de tratamento de esgoto, promover melhorias no sistema de abastecimento de água e estruturar o município com a ampliação do sistema viário, a implantação de redes de microdrenagem, e a construção de canais de macrodrenagem que ajudem a evitar inundações, a construção de espaços de lazer, além de promover o acesso à moradia digna para as famílias que vivem em vulnerabilidade social, nas áreas de intervenção direta do Prosap.

A equipe do BID também visitou alguns locais de obras, ainda, não iniciadas, como a Estação de Tratamento Esgoto (ETE) do Bairro Rio Verde, que será revitalizada e ampliada, e as áreas de implantação das etapas futuras do Igarapés Ilha do Coco, Guanabara e Chácara das Estrelas.

“Nós mostramos pra eles o nosso complexo de praças, na frente da prefeitura, a conclusão da nossa galeria do Igarapé Guanabara que resolveu nosso problema, ali, junto ao mercado municipal, além das novas áreas que estão em fase de projetos para a execução das obras da segunda etapa do programa”, disse Thiago Batista, engenheiro civil do Prosap.

Tiago Pena enfatizou que o objetivo do BID no Brasil e na região é, essencialmente, melhorar vidas. “É trazer impactos positivos para as pessoas melhorarem as condições de saneamento e de vida e, aqui no município de Parauapebas, já temos alguns casos de obras implantadas que minimizaram as inundações, por exemplo”, finalizou o chefe da Missão BID.

Texto: Nara Moura
Fotos: Felipe Borges

Todos os Direitos Reservados PROSAP 2022