Alunos da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) visitam obra da Estação de Tratamento de Esgoto do Bairro Tropical

Previous
Next

Compartilhando conhecimento. Esse foi o sentimento durante uma visita técnica guiada de um grupo de alunos dos cursos de Engenharia de Produção e de Administração da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) a obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Bairro Tropical. A obra é executada pela Prefeitura de Parauapebas, por meio do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap).

“O objetivo dessa visita foi oportunizar aos alunos o conhecimento a respeito de como funcionam os processos aqui [ETE]. Somos do curso de Engenharia de Produção e é importante saber como funciona toda a parte de desenvolvimento desse grande projeto [Prosap] que é realizado em Parauapebas e quais são os seus investimentos. O objetivo maior é que os alunos possam ter uma vivência extraclasse”, destacou Thiago Fernandes, professor da UFRA que esteve junto com os alunos, durante a visita técnica na última semana, e que ministra aulas nas disciplinas de Gestão Ambiental, Gestão de Projetos (Administração) e Tecnologias Ambientais.

Daniel Magalhães, responsável pelo Setor de Intervenções de Abastecimento de Água e Esgoto do Prosap, foi quem guiou os alunos pelos espaços da obra mostrando cada detalhe da intervenção. “Hoje, a gente fez uma visita pra poder explicar todo o sistema de tratamento da ETE, desde o tratamento preliminar até o tratamento principal, onde será gerada uma eficiência de 95% de qualidade do efluente, até o seu descarte no Rio Parauapebas.”

Tamyres Rocha, aluna do 9º período de Engenharia de Produção da UFRA explicou a contribuição que a visita traz para os estudantes. “Quando a gente vem, entende as dificuldades que o município tem e quais as ferramentas ideais para podermos aplicar e solucionar os problemas que afetam a nossa comunidade”, disse.

“A visita, como um todo, clareia a imagem do projeto [Prosap] com a sociedade. Vemos a importância que a empresa dá para área ambiental e para área social, e isso transparece as políticas públicas, mostrando para onde o investimento está indo”, observou o aluno do curso de Administração da UFRA, Ennio Medeiros.

“Trabalhamos de forma interdisciplinar para que os alunos possam perceber como funciona o projeto [ETE] e a sua duração. Já na área ambiental, é interessante que eles saibam como é feito o trabalho com a comunidade e, como vai funcionar esse grande projeto de tratamento de esgoto, observando, ainda, como funcionam as tecnologias implementadas”, destacou o professor Thiago, complementando que o objetivo maior da visita foi oferecer aos estudantes uma formação interdisciplinar e fora da sala de aula.

Obra

Com previsão de entrega para março de 2023, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Bairro Tropical já está com 50% da obra realizada.

Segundo o engenheiro civil do Prosap e fiscal da ETE, Wallas Ribeiro, atualmente, estão sendo realizadas as obras da elevatória de esgoto bruto, do sistema de tratamento preliminar 2 e dos tanques de lodo ativado que terão capacidade de vazão máxima de 100 litros por segundo.

Após concluída, a ETE beneficiará cerca 43 mil habitantes dos bairros Tropical, Popular 2 (Habitar Feliz), Polo Moveleiro, Minérios e Vila Nova.

Texto: Nara Moura
Fotos: Renato Resende

Todos os Direitos Reservados PROSAP 2022